REVISTA VEJA DENUNCIA ROBERTO CLAUDIO – PREFEITO DE FORTALEZA

roberto claudio

A Revista Veja publico no último dia 06 de Setembro matéria de que o atual Prefeito de Fortaleza e candidato a reeleição – Roberto Claudio – recebeu R$ 78.000,00 de servidores públicos.

Continuar lendo REVISTA VEJA DENUNCIA ROBERTO CLAUDIO – PREFEITO DE FORTALEZA

Olhe bem para este rosto

Portinho
Portinho- número 28888

Apesar da proibição da Legislação Eleitoral, a campanha do candidato a vereador  em Fortaleza-Jose Barbosa Porto – o PORTINHO  número 28888 pelo PRTB, distribuiu alimentos e bebidas a eleitores nesta noite de sexta em Fortaleza.

A distribuição foi feita por integrantes da campanha do candidato.

Junto aos alimentos e bebidas foram entregues bandeiras com propaganda de Portinho e adesivos com foto do candidato e do prefeito de Fortaleza e candidato à reeleição, Roberto Claudio (PDT).

Fonte: Jornal Valor Econômico


 

 

 

Donos de Helicóptero fazem das praias campo de pouso

helicptero-na-praia-das-carabas-49370866

O cearense gosta de fazer as próprias leis!

Não é comum o banhista de praia presenciar helicópteros fazendo vôos rasantes e usando as areias das praias como campo de pouso e decolagem!

Após a denuncia, uma patrulha CIDADÃ já se encontra de prontidão para registrar a aeronave cujo piloto não respeitar as regras  e procedimentos inseridas do ICA 100-4 da PORTARIA DECEA No 53/SDOP, DE 1º DE JULHO DE 2014., REGRAS E PROCEDIMENTOS ESPECIAIS DE TRÁFEGO AÉREO PARA HELICÓPTEROS DO COMANDO DA AERONÁUTICA.

Para efeito de regulação, as definições abaixo são importantes:

HELIPONTO

Área homologada ou registrada, utilizada para pouso e decolagem de helicóptero.

HELIPORTO

Heliponto dotado de facilidades para o embarque e desembarque de passageiros e apoio ao helicóptero.

HELIPONTO CIVIL

Destinado ao uso de helicóptero, em princípio, civil; divide-se em:

A) Heliponto Público – Destinado ao uso de helicópteros em geral.

É homologado pelo ANAC, sendo pôr prazo indeterminado, desde que cumpra as exigências , sendo necessária sua localização em área da União.

B) Heliponto Privado – Heliponto Civil destinado ao uso de helicópteros de seu proprietário ou de pessoas por ele autorizada, sendo vedada sua utilização em caráter comercial por ele autorizadas;  sendo vedada sua utilização em caráter comercial. Será registrado no COMAR pelo prazo de 5 anos, sendo, aberto somente para voo VFR ( Regras de Voo Visual)

HELIPONTO MILITAR

Destinado, em princípio, ao uso de helicópteros militares.

HELIPONTO DE EMERGÊNCIA

Heliponto construído sobre edificações, destinado ao pouso de emergência;

. Características – Tem formato circular, número da respectiva tonelagem, no centro a área de toque, apontando o norte magnético. O piloto que utiliza-lo tem o prazo de 24 horas para justificar o pouso ao órgão de aviação civil mais próximo.

ÁREA DE POUSO OCASIONAL

Área de dimensões definidas, que poderá ser usada, em caráter temporário, para pousos e decolagens de helicópteros mediante autorização prévia, específica e por prazo limitado, do Comando Aéreo Regional respectivo, como calamidade etc…

Deverá obedecer às normas de segurança exigidas para os helipontos em geral.