A MALDIÇÃO DO FORUM TRABALHISTA DE SÃO PAULO

maldição

Já nasceu amaldiçoado! O famoso Forum do “Lalau” já nasceu fruto de corrupção e lavagem de dinheiro pelo seu antigo Presidente e hoje condenado da Justiça – Nicolau dos Santos .

Como se não bastasse, o Forum é utilizado como trampolim da morte por suicidas.

Na última segunda-feira, 29/08,  um homem cometeu suicídio, desta vez com uma criança de 5 anos em seu colo.

Imediatamente 5 entidades de advogados enviou um OFÍCIO exigindo explicações da Presidente do Tribunal Regional do Trabalho em razão de promessa não cumprida da Presidente de instalar redes de proteção nos andares altos.

 

Em resposta ao ofício encaminhado pela OAB SP e outras seis entidades representativas da advocacia, a presidente da Corte, Silvia Regina Pondé Galvão Devonald, declarou que o acesso às rampas que ligam as alas do edifício foi bloqueado com chapas de madeira, substituindo as fitas plásticas zebradas que ali estavam fixadas com o intuito de impedir a passagem, o que teria se apresentado como ineficaz.

A medida foi concretizada na terça-feira (30/08), quando o Fórum permaneceu fechado, com expediente suspenso. As ações adotadas pelo TRT-2, conforme o ofício GP nº372/2016, continuarão nos próximos dias. A direção do Tribunal determinou que o setor de marcenaria interrompa as demais atividades, deslocando todo o efetivo para o Fórum Ruy Barbosa com a tarefa de instalar chapas de madeira no parapeito de todas as rampas do prédio. Assim, ficariam impossibilitados novos incidentes, como os cinco ocorridos desde 2007. Após a conclusão deste serviço, segundo o TRT SP, será restabelecendo o trânsito de pessoas entre as alas do edifício, por meio das rampas.

Poucas horas após as mortes ocorridas na segunda-feira (29/8) no Fórum Ruy Barbosa, a Secional paulista da Ordem dos Advogados do Brasil, a Associação dos Advogados de São Paulo (AASP), a Associação dos Advogados Trabalhistas de São Paulo (AATSP), a Associação Brasileira dos Advogados Trabalhistas (ABRAT), o Instituto dos Advogados de São Paulo (IASP), o Centro de Estudos das Sociedades de Advogados (CESA) e o Sindicato das Sociedades de Advogados dos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro (SINSA) solicitaram esclarecimentos, em caráter de urgência, a respeito das medidas que vinham sendo adotadas para fazer frente às mortes ocorridas nas dependências do Fórum.

O ofício encaminhado pelas entidades para a presidência do TRT-2 foi elaborado durante reunião nas dependências da Sede Institucional da OAB SP. As entidades questionaram o Tribunal sobre a razão da não instalação das redes de proteção nos andares do Fórum, conforme a Corte havia se comprometido em reunião no primeiro semestre, que contou com a participação de instituições da advocacia e do arquiteto Décio Tozzi, responsável pelo desenho do edifício.

A Secional paulista da Ordem também encaminhou um pedido à Secretaria de Segurança do Estado de São Paulo (SSP-SP) solicitando que a Comissão de Direitos Humanos acompanhe o inquérito lavrado no 23º Distrito Policial, em Perdizes, que investiga as duas mortes – entre elas a de uma criança – ocorridas nesta segunda-feira no Fórum Ruy Barbosa.

A resposta do TRT 2ª Região será objeto de análise pela OAB SP e demais entidades que oficiaram ao Tribunal.

Fonte: OABSP e CLIPPING AASP

 

STF CENSURA CIDADÃOS POR BONECO INFLÁVEL

A jornalista Eliane Cantanhêde , do Jornal o Estado de São Paulo, fez severas críticas ao Presidente do Supremo Tribunal Federal- Ricardo Lewandowski – por acionar a Polícia Federal para investigar os responsáveis, -mas já indicou a advogada Carla Zambelli como uma delas – por inflar dois bonecos gigantes na Avenida Paulista , em São Paulo: um de Ricardo Lewandowski e outro de Rodrigo Janot. Ambos aparecem caracterizados como petistas. A caricatura do presidente do STF é chamada de “Petralowski” — que funde o nome do ministro com a palavra “petralha”  e a de Janot, de “Enganô”.

Engnô-e-Petrolwski1

A carta enviada pelo STF ao Diretor da Polícia Federal, assinada por Murilo Maia Herz – Secretário de Segurança , alega haver grave atentado à ordem pública (?) e atentado à credibilidade do Poder Judiciário (?).

Lamentavelmente, quando se fala de constrangimento, não se pode deixar de citar aquele provocado pelo próprio Lewandowski quando enviou ofício ao excelentíssimo Sr. Juiz Sergio Moro, pedindo informações sobre atos que permitiram e divulgaram gravações de conversas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com diversos políticos, dirigentes partidários e sindicais nas investigações da Operação Lava Jato. O pedido decorreu de uma ação protocolada na última terça-feira (5) na qual advogados do petista pedem a anulação da validade, como prova, das gravações.

Assistimos o Presidente do Poder Judiciário censurando o cidadão brasileiro, titular absoluto do direito constitucional à livre manifestação de pensamento.

Só nos resta esperar que Setembro chegue logo para que o sr. Lewandowski seja substituído na Presidência da nossa Suprema Corte.

MEGA MANIFESTAÇÃO NO DIA 31/07/2016 CONTRA AS ARBITRARIEDADES E CORRUPÇÕES DESTA PAÍS.

A inveja do Ministro Toffoli

O Ministro Dias Toffoli declarou em debate no Wilson Center hoje, em Washington nos Estados Unidos, que o Juiz Sergio Moro “está fazendo um bom trabalho”, numa nítida demonstração de inveja.

Segundo o Ministro, o que de fato mudou foi a sociedade – que está mais  “empoderada”- e as leis do País que permitiram as delações premiadas aprovadas pelos políticos que hoje estão sendo objeto de investigação por parte da Polícia Federal.

Em suma: O juiz Moro OK, a Sociedade bommmmm e o excelente mesmo são os políticos corruptos que permitiram ser investigados quando aprovaram leis há 3 anos que permitiriam as delações.

“Sem as leis aprovadas pelo Congresso seria impossível termos a Operação Lava Jato” – declarou o Ministro segundo o jornal Valor Econômico.

emoticon